O Tupmix é um polvilho especial de Minas Gerais que ajuda na preparação do pão de queijo -

O Tupmix é um polvilho especial de Minas Gerais que ajuda na preparação do pão de queijo

O segredo do pão de queijo mineiro

Nova mistura de polvilho facilita demais o preparo do pão de queijo

Da redação - Publicado em 01/07/2019, às 11h00

Quem já se arriscou a fazer em casa o pão de queijo à moda mineira, do zero e sem truques, sabe: tem que escaldar o polvilho bem aos poucos com a mistura de leite, água, óleo e sal na temperatura certa até virar uma goma. Essa parte – a mais desafiadora do processo – pode ser deixada de lado com o Tupmix, uma mistura base de polvilho natural. Com ela, basta sovar com ovos e queijo.

O lançamento é da Tupguar Alimentos, empresa familiar especialista em polvilho artesanal, localizada na cidade de Conceição dos Ouros, no coração da Mantiqueira Mineira. Quem prova o quitute preparado a partir da misturinha pronta garante que é pão de queijo mineiro de raiz, e que a facilidade no processo não macula a sacralidade mineira.

Lara Carvalho, diretora comercial da Tupguar Alimentos, confessa que tem um “segredinho bem pequeno” na mistura que possibilita pular o escalde. E segredo, ainda mais de família, não se conta. Mas, se tem um mistério para o gosto tipicamente mineiro, ela faz questão de compartilhar com a Sabor.club.  O polvilho natural, preparado com fermentação natural que chega a 120 dias. “O que difere nosso produto, de fato, é o polvilho natural, que dá o sabor, a textura e a leveza na massa. E o mais bacana: todo produto feito com polvilho natural não dá azia. Se deu algum enjoo de comer pão de queijo pode anotar: o polvilho não era natural.”

Sobre o Tupmix, ela diz que a fermentação é bem leve, e isso possibilita a textura típica do pão de queijo mineiro, mas sem o cheiro muito forte. A fermentação química faria o processo em oito horas. Mas nós trabalhamos com produtos naturais. Até a cola do saquinho é feita a partir do grude do polvilho.

Para completar a preparação e a experiência mineira do pãozin de queijo, Lara recomenda fortemente: “nada de usar queijo ralado de saquinho”.

O quitute bom de verdade é feito com queijo de Canastra meia-cura. E também ovos de qualidade. São esses os ingredientes que fazem o pão de quijo ficarem douradinhos – e não branquelos, como a gente vê a torto e a direita por aí.

Atenção, atenção

O Tupmix não pode ser guardado junto com farinha de trigo. Pode gerar contaminação cruzada. Para garantir, depois de aberto, coloque o produto num pote com fechamento a vácuo. Ele vai se manter perfeito durante bastante tempo.

Pão de queijo

INGREDIENTES

- 500 g de Tupmix

- 200 ml de leite integral

- 150 ml de água

- 100 ml de óleo

- 200 g de queijo Canastra meia-cura ralado na hora

- 2 ovos

PREPARO

>> Coloque a mistura Tupmix numa tigela grande, misture bem

>> Adicione os ovos e o óleo em temperatura ambiente, misture bem

>> Acrescente o leite, amasse por uns 7 minutos

>> Coloque água aos poucos amassando sempre, até que toda medida seja adicionada a massa

>> Sove de 5 a 7 minutos, acrescente o queijo e misture até que fique totalmente incorporado à massa

>> Faça bolinhas com a massa. Se necessário coloque óleo nas mãos, para facilitar

>> Asse em forno pré-aquecido a 180º C, de 30 a 40 minutos

Dica: quanto mais você sova, melhor será o crescimento dos pãeszinhos

Pau na massa

[Colocar Alt]

Sovar significa surrar. Mas é possível fazer com delicadeza

Você não precisa esmurrar a sua massa para tê-la no ponto certo. É simples: com óleo nas mãos e um tico na bancada, empurre a massa com a base das mãos e puxe de volta com a ponta dos dedos. Faça isso com alguma energia, colocando o seu peso contra a bancada. Vez ou outra, você pode jogar a massa contra ela. Ajuda.

 

*Esta reportagem foi publicada originalmente na revista Sabor.club #27, que está na melhores bancas por todo Brasil. E também na banca digital www.zinio.com. Ou assine clicando aqui  sabor.club/assine.

Leia também