Juliana Faingluz, 36, é uma cozinheira que trabalhou com Erick Jacquin, foi braço direito de Alex Atala e subchef de Helena Rizzo -

Juliana Faingluz, 36, é uma cozinheira que trabalhou com Erick Jacquin, foi braço direito de Alex Atala e subchef de Helena Rizzo

Nhoque grelhado com molho de parmesão

Juliana Faingluz ensina o segredo da receita de sua avó: escolha uma batata seca e cozinhe com carinho

Da redação - Publicado em 27/01/2019, às 11h00

Serve 4 porções

“O nhoque grelhado com molho de parmesão é ótimo para acompanhar uma bela travessa de carne assada. Para preparar o inesquecível nhoque que minha avó me ensinou, o primeiro passo é escolher uma batata mais seca, como a asterix. E depois trabalhar a receita com carinho.”

INGREDIENTES DO NHOQUE

[massa]

- 600 g de batatas grandes lavadas
- 120 g de farinha de trigo
- 3 gemas
- 80 g de parmesão ralado
- 60 g de muçarela ralada
- Molho de tomate bem curado
- Manjericão a gosto
- Sal e pimenta-do-reino moída na hora
- Noz-moscada a gosto
[para gratinar]
- 200 g de parmesão ralado grosso

PREPARO

[massa]
>> Enrole as batatas em papel-alumínio e leve ao forno para assar até ficarem macias (de 40 a 50 minutos)
>> Descasque as batatas e amasse-as como um purê
>> Misture com a mão o purê ainda quente, a farinha de trigo, as gemas, o parmesão, a muçarela, o sal, a pimenta-do-reino e a noz-moscada
>> Faça rolos compridos, corte os bolinhos e marque-os com um garfo
>> Cozinhe-os em água fervente com sal
>> Quando os nhoques subirem à superfície, estão prontos
>> Passe a massa cozida para uma travessa e despeje molho de tomate por cima. Espalhe manjericão
(para gratinar)
>> Cubra com 200 g de parmesão ralado e leve ao forno a 180°C para por 10 minutos

Dica da chef: “Alguns truques que minha avó me passou: a batata deve ser espremida ainda quente, e a farinha, adicionada aos poucos à massa. Ao cortar os nhoques, mantenha-os espalhados sobre uma superfície coberta de farinha, para que não grudem. Na hora de cozinhar, utilize uma panela grande com água abundante e salgada. Coloque-os aos poucos, para que não grudem. Conforme forem subindo, vá tirando um a um.”

Este texto foi publicado originalmente na revista Sabor.club #24 que está na melhores bancas por todo Brasil. E também na banca digital zinio. Ou assine clicando aqui.

Leia também