Vesper Martini, o clássico drink do 007 Foto: Alan Levine/Creative Commons - O coquetel apareceu pela primeira vez no livro Casino Royale

Vesper Martini, o clássico drink do 007 Foto: Alan Levine/Creative Commons - O coquetel apareceu pela primeira vez no livro Casino Royale

O segredo do coquetel de James Bond

Aprenda a fazer o Vesper Martini, o clássico drink do 007

Da redação - Publicado em 24/11/2018, às 17h00

Não se sabe ao certo, mas há vários indícios de que o Vesper Martini foi mesmo inventado pelo escritor Ian Flemming, em um dos seus delírios criativos, enquanto escrevia Casino Royale (1953), o livro no qual o drinque, assim como a célebre frase “batido e não mexido”, foi inventado. Vesper (Lynd), aliás, é o nome da agente dupla com quem James Bond se envolve e acaba matando no fim do livro. 

Ao conhecê-la, 007 pergunta a ela se pode batizar o drinque que inventara com o seu nome. A explicação sobre o coquetel surge um pouco antes, quando Bond orienta o barman: “Em uma taça goblet de champanhe, coloque três medidas de Gordon, uma de vodca, metade de Kina Lillet. Bata bem até que esteja muito gelada, então adicione uma fatia grande de limão siciliano”.

O Kina Lillet, a base de quinino, não existe mais. Agora, usa-se o Lillet Blanc, menos intenso. Por que bater e não mexer? Para que ele fique muito gelado, naturalmente turvo. Diz a cartilha, no entanto, que martinis devem ser cristalinos. Se preferir seguir a regra, mexa e não bata. Afinal, James Bond é um só.

Vesper Martini, o original

Serve 1 drinque

INGREDIENTES

- 60 ml de London Dry gin

- 20 ml de vodca

- 10 ml de Lillet Blanc

(aperitivo francês)

- 1 boa fatia de limão siciliano

PREPARO

>> Numa coqueteleira, bata todos os ingredientes com gelo

>> Use um coador fino para coar duas vezes e coloque numa taça de Dry Martini, bem gelada

>>  Coloque a fatia de limão, delicadamente, dentro dela

O 25º Filme

Ainda sem título, o novo filme será lançado em novembro de 2019 Acabou a especulação. Daniel Craig continua como Bond, James Bond. E será dirigido pelo inquieto Danny Boyle, o mesmo de Trainspotting, que abalou o mundo do cinema, nos anos 1990.

 

Este texto foi publicado originalmente na revista Sabor.club #19 que está na melhores bancas por todo Brasil. E também na banca digital www.zinio.com.Ou assine clicando aqui sabor.club/assine

Leia também