O Nitro Coffe é um dos maiores fenômenos de Nova Iorque nos últimos anos -

O Nitro Coffe é um dos maiores fenômenos de Nova Iorque nos últimos anos

Você conhece o chope de café?

Servido “na torneira”, o cremosíssimo Nitro Coffee explodiu lá fora – mas ainda não chegou por aqui

Robert Halfoun - Publicado em 05/12/2018, às 17h00

Sabe aquele chope cremosíssimo, diz a lenda, inventado na pizzaria Bráz, em São Paulo, e que hoje é servido Brasil afora? Ele foi desenvolvido pelos técnicos da Brahma, a partir de uma técnica muito simples: aumentar o fluxo de nitrogênio que conduz a cerveja fresca do barril até a torneira de onde ela sai. E se funciona com a cerveja, por que não funcionaria com... café?

Essa foi a sacada de um sujeito chamado Nate Armbrust, um cientista de comida, de Portland, no Oregon, EUA. Ele queria tomar um café gelado diferente, ainda mais “excitante” do que o Cold Brew (aquele infusionado a frio), que estava acostumado a produzir.

Deu certo. O produto foi enlatado e descoberto pelas cafeterias de Nova York, que se encarregaram de servir on tap e transformaram o Nitro Coffee em um dos maiores fenômenos do verão ianque, dos últimos anos.

Curiosamente, a invenção não chegou com relevância por aqui – mas ainda é tempo, o nosso verão vem aí. E por que o Nitro fez tanto sucesso? Uma vez que o gás no barril impede o mínimo contato com o oxigênio, o café não oxida e preserva o sabor dos bons grãos. Isso somado a um truque que a bebida faz no nosso cérebro, que não relaciona café a um líquido cremoso e extremamente refrescante.

Em um teste às cegas, há quem diga que é cerveja com café; há quem arrisque que é café com leite. Mais um ponto interessante: ninguém, no entanto, reclama do amargor, mesmo que o Nitro Coffee não receba um único grão de açúcar.

Os baristas que defendem que o bom café não deve ser adoçado, espumam de orgulho, como a bebida que fazem, alegando que é uma ótima maneira de ensinar as “formiguinhas” a tomarem café. Claro, há controvérsias.

Enfim, lá fora, a ideia de usar o nitrogênio, já deu origem ao Nitro Tea (com chá) e à Nitro Lemonade (com limonada). Como se vê, o céu é o limite, e os estudos para combinar a quantidade do gás e a introdução de outros gases não para.

Onde tomar o Nitro Coffe

O Nitro Coffee é facilmente encontrado nas boas cafeterias dos EUA e da Europa. Em NY, há um lugar bem especial

A matriz da Devoción, em Williamsburg, no Brooklin, é quase um templo para quem gosta de um bom café. O projeto do lugar, que mantém as características industriais do imóvel, é fascinante. Os grãos que são servidos (e vendidos) ali, mais ainda. Todos, diretamente do produtor ao consumidor, de maneira rigorosamente sustentável, fórmula que vem transformando a vida de agricultores na Colômbia. Os grãos que compõem o cold brew do Nitro Coffee mudam quase todos os dias. Mas vale muito a pena experimentar outros métodos de preparo também.

Devoción – 69 Grand St. (com Wythe), Brooklyn, NY (das 7 da manhã às 7 da noite).

 

Este texto foi publicado originalmente na revista Sabor.club #22 que está na melhores bancas por todo Brasil. E também na banca digital www.zinio.com. Ou assine clicando aqui sabor.club/assine

Leia também