-

Um queijo para casar! Ele parece bolo e ganhou prêmio na França

Santo Casamenteiro, da Serra da Mantiqueira, faturou o Super Ouro com receita fora da curva

Da redação - Publicado em 29/09/2021, às 15h27

Esse queijo é pra casar. Pelo menos é o que garante o pessoal lá de Cruzília, município ao sul de Minas, na Serra da Mantiqueira. Diferente, misturado e enfeitado, um queijo fora da curva, o Santo Casamenteiro foi um dos brasileiros a faturar a medalha Super Ouro na edição de 2021 do Mondial du Fromage, a copa do mundo queijeira, na França.

Segundo a queijaria Cruzília, fundada em 1948, a brincadeira iniciou quando funcionárias da empresa marcaram casamentos ao mesmo tempo, quando o queijo em forma de bolo começou a ser fabricado.

O Santo Casamenteiro é um queijo para o qual os puristas torcem o nariz, que mistura o mineiro de mofo azul com nozes, damascos secos e queijo um cremoso estilo cream cheese. Seus enfeites, camadas e a cobertura de nozes picadas lembram mesmo um bolo, e o conjunto impressionou os jurados pelo sabor.

 

 

O Brasil ficou em segundo lugar no concurso francês com 57 medalhas, atrás apenas da França. Na categoria Super Ouro, a maior de todas, foram cinco medalhados: os mineiros Minas Artesanal Quilombo Na Cachaça, de Ivacy Pires Dos Santos; Canastra do Ivair (Reserva Super Ouro), de Ivair José De Oliveira; Santo Casamenteiro, da Laticínios Cruzília; Canastra Serjão Maturado 100 Dias, de Sergio De Paula Alves; e o paulista Mandala 12 Meses, da Pardinho Artesanal.

» Você já conhece o Sabor Clube? É o 1º clube de descobertas gastronômicas do Brasil. Entre para ter acesso a um mundo de sabores, e ler a edição do mês da revista Sabor.Club