-

Sapato Peixe do designer Andre Perugia se inspira no cubismo de Georges Braque

Adorador da boa mesa, o célebre artesão francês dos calçados homenageou quadros que retratam pescados nas mesas

Da redação - Publicado em 12/09/2020, às 12h00

“Nem a mais rica mulher do mundo poderia alguma vez me pagar para lhe fazer sapatos feios.” Assim era o francês (descendente de italianos) Andre Perugia, o grande sapateiro das celebridades (dos anos 20 até os anos 60), antes de Manolo Blahnik ser inscensado pela série Sex and the City. Perugia foi um gênio do design – não à toa há peças suas expostas no Metropolitan Museum, em NY – que até hoje influencia designers de todas as áreas – dos móveis às artes. O Fish Shoe, criado em 1951, é um tributo ao artista cubista Georges Braque, que andava criando cenas de mesa, sempre com pescados inseridos nelas.

Logo que surgiu foi definido como um dos ícones do seu trabalho, não só pelo desenho inusitado mas pela inclusão do salto em curva, uma das suas assinaturas mais marcantes.

 

LEIA MAIS

» As sete cores do arco-íris estão nos talheres que brilham e divertem nas mesas

» Chá com ofurô? As moças nuas da artista Esther Horchner se banham nas xícaras

 

 

Perugia era também um homem fascinante, elegantíssimo, adorador da boa mesa (era francês, afinal) e um grande amante das mulheres. Ele diz que a melhor maneira de desvendar a personalidade delas era estudando os seus pés.

Ainda há alguns exemplares do fish shoe pelo mundo, vendidos a preço de Blue fin (o atum mais caro do planeta).

 

» Receba as notícias da SABOR.CLUB diretamente no Telegram clicando aqui  

 

>Você sabia que a revista Sabor.club tem também o Clube Sabor.club? Ele é o 1º clube de descobertas gastronômicas do Brasil. Para conhecer, clique aqui.