-

Restaurante Noma de René Redzepi, um dos melhores do mundo, vira hamburgueria

Chef da Dinamarca que servia menu de 400 dólares reabre com sanduíches e taças de vinho

Da redação - Publicado em 18/05/2020, às 10h33

 

Criador de um dos restaurantes mais importantes da década na gastronomia de vanguarda, reinventando a cozinha nórdica para ser eleito por quatro anos o melhor do mundo, o chef dinamarquês René Redzepi surpreende ao reabrir a casa nesta semana com um inesperado conceito para a versão 3.0 do Noma. 

 

LEIA MAIS

» 11 dicas para o hambúrguer perfeito

» Ok, você venceu, batata frita! Passo a passo para fazê-la como os franceses

 

Diálogo postado com a novidade no Instagram:

"Oi, vou te levar ao Noma"

“Para a temporada de frutos do mar, vegetarianos ou de caça?"

"É para a temporada de cheeseburguer".

Sim, o Noma pós-pandemia, com os restaurantes começando a reabrir em Copenhagen, virou uma hamburgueria informal, com sanduíches e vinhos.
No lugar dos menus degustação de US$ 400 dólares, um hambúrguer feito com fraldinha dry-aged, o famoso molho de carne fermentado do chef, queijo cheddar, cebola roxa fatiada e maionese de picles, vendido por US$ 15.

 

"São tempos loucos e incertos. Por enquanto, vamos nos transformar em um bar sem reservas, com vinhos e hambúrgueres. Precisamos nos curar, então vamos tomar uma taça e comer um hambúrguer, todos estão convidados. Também serviremos opções vegetarianas", postou René.

 

>> Você sabia que a revista Sabor.club tem também o Clube Sabor.club? Ele é o 1º clube de descobertas gastronômicas do Brasil. Para conhecer, clique aqui.