-

Quem disse que cerveja escura não é boa para o calor?

Nosso especialista selecionou 8 rótulos, acredite, refrescantes e fáceis de beber

Pedro Landim - Publicado em 15/02/2020, às 12h00 - Atualizado às 13h00

Quer assustar o pessoal que está entre as lagers e pilsens no churrasco ou na piscina? Abra um latão da célebre Guinness, escura como a noite e quase sempre associada a álcool e corpo inadequados para festas e calor. Os queixos hão de cair de novo quando você disser que o estilo clarinho que todos estão bebendo contêm mais álcool do que a sua preta.

Porque nem toda cerveja escura é forte, vide estilos como o irlandês dry stout (da Guinnnes), e os alemães dunkel e schwarzbier, que levam maltes tostados ou torrados, são secas e até amargas, mas sem o corpo, o dulçor e o álcool das imperial stouts, que podem causar prejuízos se consumidas em excesso. As sugestões de nossa lista ficam (quase) sempre abaixo dos 5% de teor alcoólico.   

 

Eisenbahn Dunkel, Eisenbahn (SC)

O caso é conhecido no métier cervejeiro: essa dunkel é na verdade uma schwarzbier, outro estilo alemão, mas a cervejaria não alterou o rótulo. Uma lager marrom escura com maltes torrados e aromas de café e chocolate escuro. 4,8% ABV 

 

 

Guinness Draught, GuinnessIrlanda  

O latão negro dessa Irish Dry Stout contém cápsula de nitrogênio que forma a densa espuma, com o famoso balé das bolhas em movimento ondular. O corpo é bem leve, com baixa carbonatação e o amargor crescente da torra, como café expresso. 4,2% ABV 

 

Brewpoint Dunkel, Brewpoint, RJ  

Uma das melhores cervejarias da Serra Fluminense, com fábrica em Petrópolis, a Brewpoint tem como destaque em sua linha essa ótima Dunkel de coloração castanha e maltes marcantes de tosta leve, com lembrança de chocolate. 5% ABV 

 

DubhlinnMotimRJ    

Uma das melhores dry stouts brasileiras, fielmente inspirada nos exemplares britânicos, essa carioca leva chocolate e leve caramelo ao nariz, com muito café e torrefação na boca, e amargor equilibrado e final seco que pede novo gole. 4,3% ABV 


 

 Porter BerryCapa PretaMG  

Além dos maltes torrados e do corpo um pouco mais elevado, com toque de aveia, a Porter mineira se destaca pela adição de framboesas frescas, que complementam de forma agradável os aromas de café e lúpulos terrosos ingleses. 5,4% ABV 

 

Hausen Dunkel, Hausenbier, SP  

Há quem compare o perfil sensorial das Dunkel clássicas com a famosa barrinha Twix: caramelo, chocolate e biscoito. É isso que devemos esperar de forma equlibrada na mescla de maltes tostados desta cerveja paulista com jeito alemão. 4,7% ABV 

 

Bamberg Schwarzbier, Bamberg, SP 

Feita com maltes tostados e torrados, é um belo exemplo para se conhecer o estilo alemão de baixa fermentação, com coloração negra, corpo médio baixo, aromas e sabores de chocolate escuro, café, e caramelo queimado. 5% ABV 

 

Timeless PorterWonderland, RJ  

Abrimos uma exceção para uma Porter de maior teor alcoólico que é uma das mais sedutoras feitas nos últimos anos no Brasil. Com lactose e caramelo na receita, tem textura sedosa e aromas marcantes de toffee, caramelo e chocolate. 6,3% ABV