A Rima produz cinco tipos de queijo com leite de ovelha -

A Rima produz cinco tipos de queijo com leite de ovelha

Queijaria Rima e o saboroso queijo de leite de ovelha

Queijo com o leite do animal, tão pouco produzido por aqui, ganha versões impecáveis no interior de São Paulo

Robert Halfoun - Publicado em 07/11/2019, às 12h00

Acredite se quiser, mas só há 35 produtores de ovelha no país. Muitos para corte, o que explica o motivo pelo qual o leite de ovelha e, mais ainda, o queijo sejam tão raros por aqui. Quem toma o leite tem aquela boa surpresa: como ele é leve, ligeiramente adocicado, com textura tão delicada!

Agora, imagine essas características aplicadas ao queijo. Não à toa, o português Serra da Estrela é um dos melhores do mundo. Há outros tipos, no entanto, que casal Maria Clara Serra e Ricardo Reitmann produzem na pequena e charmosa Queijaria Rima, em Porto Feliz, a 100 km da capital paulista.

Veja também:

O queijo que vale ouro

+ O inovador queijo de kefir

O segredo do pão de queijo mineiro

Há boursin, típico queijo de cabra francês, que ganha nova e ótima versão de ovelha. Tem um tipo camembert (só que também de ovelha), com ainda mais cremosidade e suavidade; tem os maturados como o tipo pecorino (o parmesão de ovelha) e o Guaianá, a prata da casa, prensado a mão, com massa elástica e semi-dura. O sabor dele é presente mas sem encher a boca demais. A textura permite uma versatilidade de utilização tremenda, seja para tábua de queijos, seja para compor uma lasanha ou um sanduíche.

A Rima não produz queijo há tanto tempo. Aproveitou o know how da família do Ricardo que criava ovelhas para corte e reposicionou o processo. Antes, o casal que morava no Rio, buscou uma consultoria para orientá-los no negócio e foi para França, Portugal e Espanha mergulhar no mundo do queijo de ovelha. Aprenderam muito e começaram a aplicar técnicas e práticas com um certo grau autoral, o que dá tanta personalidade para os produtos que fazem. Claro, o terroir e o manejo dos animais, criados soltos e tratados pelo nome, também contribuem demais para o ótimo resultado final.

A banqueteira Neka Mena Barreto é uma das craques da cozinha que já descobriram o produto. Quem come realmente se surpreende muito com os produtos. A coalhada fresca, por exemplo, é firme e uma acidez fascinante. É bem diferente das versões com leite de vaca ou de cabra.

Se tem roquefort, o rei dos queijos de ovelha? Não tem. Porque o fungo usado para a fabricação do queijo é extremamente invasivo, o que faria com que a queijaria corresse o risco de, de repente, ver todos os seus queijos com a cara do francês.

Brunch no campo

Não dão duas horas da capital paulista até a mesa do sítio produtor de queijo

[Colocar Alt]

Num estalo, estamos sentindo aquele cheirinho de mato, ouvindo o “méeee” das ovelhinhas e, melhor, não só degustando os queijos da Rima, mas também comendo as terrines e outras delícias preparadas pela D. Valéria, mãe da Maria Clara Serra. O brunch, escolhido a la carte, só é servido aos sábados e a gente só paga pelo o que pede. Das 10h às 16h, na Estrada Municipal para o bairro Caiacantinga, 13, Porto Feliz – SP

 

Serra da Estrela?

A hora de produzílo por aqui ainda vai chegar

[Colocar Alt]

Seria uma sonho termos um tipo Serra da Estrela no Brasil, não? O ritual, convenhamos, de abrí-lo pela “tampa” e literalmente mergulharmos a colher na massa quase líquida, leve porém extremamente saborosa é uma dos mais fascinantes da boa mesa. Maria Clara Serra e Ricardo Reitmann passaram uma bela temporada em Portugal desvendando o processo de produção do queijo mais nobre do país. Foram recebidos como familiares pelos produtores, trouxeram mudas de cardo (a planta que faz a coagulação natural) e elas pegaram por aqui! O terroir bem diferente do que encontramos na Serra da Estrela dificulta muito o processo – além da adaptação necessária para duas câmaras de maturação. O casal, enfim, diz que ainda não é hora de investir na joia láctea. Mas ela vai chegar.

 

Este texto foi publicado originalmente na revista Sabor.club #32 que está na melhores bancas por todo Brasil. E também na banca digital www.zinio.com. 

ASSINE JÁ A REVISTA SABOR.CLUB. DESCONTOS DE ATÉ 76%

Leia também