O Mercato Trionfale é uma das oções de passeio em Roma -

O Mercato Trionfale é uma das oções de passeio em Roma

Onde comer bem em Roma?

Um roteiro de insider para descobrir as delícias da capital italiana

Leticia Rocha - Publicado em 26/12/2018, às 20h00

Lemongrass

Aqui, gelato é coisa séria, prepare-se para entender o que é o sorvete italiano de verdade: bem diferente do que é pregado em muitas lojas conceito de moda por aí. A Lemongrass, próxima do Vaticano, leva ao pé da letra conceitos de artesanal, produto da estação e matéria-prima de pequenos produtores. Via Ottaviano, 29.

Armando Al Pantheon

O Armando Al Pantheon, ao ladinho do monumento que traz no nome, é familiar e uma instituição da cidade. É um dos raros locais no centro histórico que preza pela autenticidade dos pratos romanos e não é armadilha para turista. Reserve, pois é pequeno e sempre lota. Salita dei Crescenzi, 31.

Open Baladin

O mundo da cerveja artesanal na Itália está em franca ebulição. A cervejaria Open Baladin conta com mais de 30 rótulos em spina – chope. E mais de 100 em garrafa, de produtores de toda a Itália. Para comer, burgers do chef Gabriele Bonci, que faz os melhores pães da cidade. Via degli Specchi, 6.

Cidade Eterna

[Colocar Alt]

A feira mais antiga da Cidade Eterna, de 1869, funciona das 7h às 14h e é um lugar que ainda exibe romanidade, apesar de já ter sido tomado por barraquinhas pensadas para turistas. Vá cedo para observar a vizinhança fazendo compras e compre algo também. Os produtos são irretocáveis. Piazza dei Campo de’ Fiori, s/n.

Ma Che Siete Venuti a Fà

O Ma Che Siete Venuti a Fà (Mas o que você veio fazer), no Trastevere, é um pub de insider, para quem busca a boemia característica do bairro onde está. Ótimo para sentir o que é a paixão dos italianos pelo futebol! Via Benedetta, 25.

Dar Filletaro

No Dar Filletaro, você entra, vai até a cozinha e paga em dinheiro, direto para a senhora que está operando o fogão. Em dois minutos, ela lhe entrega o fileto di baccalà, uma posta de bacalhau empanada e frita, a especialidade da casa. É possível comer ali, mas o grande programa é sair comendo pelas ruas da região do Campo de’ Fiori. Largo dei Librari, 88.

Bar del Fico

11 horas da manhã e 5h da tarde são os horários sagrados do aperitivo, em Roma. É hábito sair para tomar algo, quase sempre uma tacinha de espumante ou um drinque como o Aperol Spritz. Nesse período, paga-se somente o valor da bebida e a casa vai mandando para mesa toda sorte de belisquetes, como azeitonas, chips, minissanduíches, frios e queijos. Não é coisa para final de semana ou ocasião especial, não. É algo feito quase que diariamente. Reduto de locais que moram ou trabalham no centro histórico, o Bar del Fico é uma ótima pedida para exercitar tal prática. Piazza del Fico, 26/28.

Mercato Trionfale

Pela localização, o Mercato Trionfale, deve entrar no roteiro no dia da visita ao Museu Vaticano e é ótimo para os dias de chuva, que marcam os períodos de troca de estação na cidade. Se estiver sol, aproveite as compras e exiba-as em um belo piquenique nos jardins do Castelo Sant’Angelo ou na Villa Borghese.

Pompi

Roma ama o tiramisù, mesmo que o doce tenha origem no Vêneto, ao norte da Itália. O mais famoso deles é o do Pompi, rede que tem várias lojas pela cidade, inclusive no burburinho das compras da Piazza di Spagna. Via della Croce, 82.

Imàgo

Para comer estrelas em Roma, o Imàgo, no último andar do Hotel Hassler, faz uma culinária muito peculiar, que une a Itália com a Ásia, de um modo que não agride a tradição. Não é comida fusion, já que a Itália da mamma, mesmo nas criações mais modernosas, é sentida a cada garfada. Piazza Trinità Dei Monti, 6.

Sim, existe pizza redonda em Roma!

De massa fininha e crocante, como a prima quadrada, diferente da napolitana, com borda alta e massa mais elástica. Nem pense em pedir para mudar e/ ou tirar algo da cobertura e nem pedir meia disso ou meia daquilo. Na Baffetto, nas imediações da Piazza Navona, uma das mais bonitas da Cidade Eterna, releve o mau humor dos garçons e a fila. Quando a pizza chegar, você terá certeza de que está diante de uma das melhores da sua vida. Via del Governo Vecchio, 114.

Comida de rua

Muitos achados para comer por aqui não têm placa ou letreiro na porta. Eles são os “forno”, onde são servidos os clássicos da comida de rua, a cibo di strada. O que é obrigatório provar:

- Pizza al taglio: a famosa pizza quadrada

- Supplì: o bolinho frito feito com arroz, ragu e queijo

- Fiori di zucca: flor de abobrinha empanada com aliche e muçarela

- Olive ascolane: azeitona recheada

Dica: ande com uma garrafinha a tiracolo e encha-a nos nasoni, as fontes que jorram água gelada potável sem parar. É um ritual local se refrescar por ali. Os nasoni high-tech são casinhas que mais se parecem uma cabine telefônica, onde há também água com gás! De graça. E ainda mapas e tomadas para carregar o celular.

 

Este texto foi publicado originalmente na revista Sabor.club #18 que está na melhores bancas por todo Brasil. E também na banca digital www.zinio.com. Ou assine clicando aqui sabor.club/assine

Leia também