-

Mestres das massas fazem sem alarde produtos com rara delicadeza em São Paulo

No pastifício Pastagrano, os chefs Jorge Gamart e Jhonny Santos, a dupla ex-Pomodori, criam pastas artesanais para molhos variados

Pedro Landim - Publicado em 22/03/2021, às 17h00

Seleção Sabor.Club: O Tagliatelli Tradicional Pastagrano está na seleção atual do Sabor Clube.

UM OLHAR SOBRE O MOSTRUÁRIO DE FORMATOS e cores da coleção de massas criadas que encontramos na cozinha do Pastagrano, em São Paulo, chega a lembrar aqueles espirais hipnóticos que prendem a vista, um efeito que, no caso, vem acompanhado de salivação. As panelas trabalham juntas das máquinas de esticar a massa para cozinhar recheios saborosamente adequados a seus invólucros, e os molhos se espalham por cima para animar a festa.

O ponto de encontro do nascimento da pastifício foi a cozinha do saudoso Pomodori, restaurante que marcou sua época na gastronomia paulistana, onde os chefs Jorge Gamart e Jhonny Santos eram responsáveis pela preparação de massas e outros pratos. No dia a dia da cozinha italiana contemporânea, a ideia de abrir um pastifício evoluiu e ganhou forma com participação do designer e publicitário Daniel Ganancia, irmão de Jorge, formando o trio à frente da empreitada.

 

 

LEIA MAIS

» Nova edição da revista Sabor.Club traz da Espanha o bacalhau como você nunca viu

» Da gafieira ao balcão, o barista Leo Gonçalves traz cafés de excelência

 

“Nosso cardápio está sempre mudando de acordo com as estações ou datas festivas. Há clássicos que não podem sair de cartaz, como o agnolloti de mozzarela de búfala com limão siciliano, e novidades como o ravioli duplo de carne seca com abóbora, no qual os dois recheios ficam separados pela massa, em formato diferente”, conta Daniel.

A criação é uma das campeãs de audiência, vendidas em embalagens de 400 g que precisam de apenas três minutos em água fervendo. A linha tem também massas secas, gnocchis, lasanhas, antepastos e oito opções de molhos. Esse caras são uns craques, acredite.

 

 

Entre as centenas de possibilidades combinatórias, consultamos os cozinheiros para degustar casamentos perfeitos de massas e molhos que honram a culinária italiana, onde a qualidade dos ingredientes é inegociável, com toques eventuais de brasilidade. O caramelle recheado com queijo meia cura e banana da terra, por exemplo, pede a companhia da manteiga de ervas da casa, feita com tomilho, alecrim e pimenta do reino.

Para o tortelloni, massa do norte da Itália que requer habilidade na dobra, recheada com a clássica combinação de figo e gorgonzola, o molho branco ‘ao limone’ se destaca em ressonância com o queijo, com o toque cítrico que realça o perfume da fruta.

A fonduta de queijo tipo Grana Padano é sedosa e intensa, molho escolhido para o ravioli caprese, que traz tomate seco, mozarela de búfala e manjericão, refrescando o conjunto. É uma das mais belas massas frescas do cardápio, com listras verdes e vermelhas levando a Itália ao prato.

 

 

O gnocchi de mandioquinha ganha contrastes de cor e sabor com outro clássico da Velha Bota, o ragu de linguiça feito com vinho branco e manjericão, além de muito tomate pelati. Há combinações para todas as estações e ocasiões.E por aí vai, num universo fascinante.

 

Pastagrano – Rua Jaime do Espirito Santo, 83, Vila Sofia, São Paulo – SP

Tel.: (11) 5523-0512

 

» Receba as notícias da SABOR.CLUB diretamente no Telegram clicando aqui  
 

» Você já conhece o Clube Sabor? É o 1º clube de descobertas gastronômicas do Brasil. Entre para ter acesso a um mundo de sabores, e ler a edição do mês da revista Sabor.Club