-

Mel de luxo é cultivado em rede de hotéis que leva colmeias aos jardins e terraços

No Fairmont Rio, abelhas do programa de sustentabilidade geram produto com alto potencial para a gastronomia

Pedro Landim - Publicado em 27/07/2020, às 15h00

Foi no ano de 1900 que o belga Maurice Maeterlinck, vencedor do Prêmio Nobel de Literatura, publicou em seu livro The Life of the Bee: “Se as abelhas desaparecerem da face da terra, o homem terá mais quatro anos para viver”. Não é difícil imaginar o que as pequenas voadoras passaram ao longo do último século, incentivando projetos de preservação e ampliando a aura divina do mel, um dos mais antigos produtos consumidos pelo ser humano, com potencial inspirador para a gastronomia.

Com plataforma de sustentabilidade construída em ações envolvendo sua rede de hotéis de luxo, a Fairmont desenvolveu projeto inédito que envolve as operações gastronômicas, cria atividades ecológicas para os hóspedes e contribui para o meio ambiente saudável.

 

LEIA MAIS

» Vinho Alandra tinto é fresco, vibrante e resume a versatilidade do Alentejo

» Clube Sabor.Club: Alandra tinto 2017, Massa da Horta, Arroz Preto, Café Especial e Brownie de Nutella

 

 

O programa Bee Susteinable acaba de chegar ao Fairmont Rio, o primeiro hotel da marca na América Latina, colocando a cidade no roteiro que tem 40 apiários instalados em jardins, telhados e áreas verdes de hotéis ao redor do mundo. O Fairmont Waterfront de Vancouver, por exemplo, abriga 400 espécies nativas de abelhas em seu rooftop, e produz 300 quilos de mel por ano.

Do Canadá à China, passando pelos EUA, Suíça e África, os hotéis realizam parcerias com entidades governamentais e especialistas em para a produção de mel que expresse o terroir de cada região. No Rio, como os ventos da praia dificultam a instalação no hotel, a rede fechou parceria com o apiário Amigos da Terra, do casal Luis Moraes e Clarice Líbano, de Nova Friburgo, na região serrana fluminense. O produto exclusivo do hotel vem de florações silvestres e de laranjeiras, assapeixes e eucaliptos, tem sabor suave e coloração clara.

Ele é ótimo para ser usado nas mais variadas receitas, como faz Jérôme Dardilac, o head chef do Fairmont Rio. “Sou apaixonado pela gastronomia do Brasil e defensor dos produtos locais. O meu objetivo é trazer conexões genuínas para quem vem comer aqui.” A pacetta artesanal com abacaxi, mole e mel ou a beterraba com catury e mel são belos exemplos do que ele diz.

 

 

Beterraba com catupity e mel

(1 porção)

Ingredientes

- 150 g de beterraba

- 100 g de catupiry

- 2 col. de sopa de mel

- 6 folhas de sálvia

- Azeite a gosto

- Sal a gosto

- Pimenta do reino a gosto

- Tomilho a gosto

 

Preparo

• Asse a beterraba cortada em seis fatias no forno a 180°C, com azeite, sal, pimenta do reino e tomilho, por 20 minutos. Resfrie e reserve

• Em uma panelinha de ferro, disponha o catupiry no fundo, coloque as ‘pétalas’ de beterraba sobre o queijo

• Leve ao forno na temperatura máxima até começar a borbulhar

• Retire do forno e finalize generosamente com mel, sálvia, pimenta do reino moída

 

» Receba as notícias da SABOR.CLUB diretamente no Telegram clicando aqui

 

>O Mel do Fairmont é um dos produtos selecionados pelo Clube Sabor.club, o 1º clube de descobertas gastronômicas do Brasil. Clique para conhecer