-

Famoso crítico inglês Simon Difford elege a melhor caipirinha

Entre suas frases divertidas, ele diz que um dica boa para a ressaca é começar a beber no café da manhã

Da redação - Publicado em 21/01/2021, às 14h00

Há mais de 2000 garrafas de bebidas na casa do inglês Simon Difford. Mas seriam muito mais, caso houvesse um pouco mais de espaço. Como não há, ele defende, se vê na obrigação constante de beber – apenas para garantir uma certa rotatividade de rótulos. Crítico mais famoso de bares e coquetéis do mundo e historiador considerado uma bíblia da coquetelaria, foi Simon quem, por exemplo, pesquisou e tornou pública a história do gim e catalogou as receitas de mais de 4 mil coquetéis. Tudo isso está no guia online Diffords Guide – agora com versão em português. Em passagem pelo Brasil, o mestre não economizou na verve britânica numa rápida entrevista para Sabor.club.

 

 

LEIA MAIS

» Que tal um chá gelado com fruta fresca? Cinco opções para corpo e alma

» Error 404: Licor de cereja inspira drinque com nome curioso

  

 

Daiquiri Natural

Ingredientes

- Duas doses e meia de bom rum branco (uso o Bacardí Carta Blanca)

- Três quartos de dose de suco de limão

- Meia dose de xarope de açúcar

 

Preparo

• Bata tudo na coqueteleira com gelo, coe duplamente e coloque num copo com gelo

• Ele pode ser decorado com um rodela de limão e uma cereja ao Maraschino

 

Coice de boi

A história do resplandecente bar em San Francisco e de seu Pisco Punch

 

“No final do século 19, quando a cidade de San Francisco era a joia da costa do Pacífico, uma bebida tinha especial prestígio: o Pisco Punch, feito no bar Bank Exchange. Escreveram que ele era ‘composto das aparas de asas de querubim, da glória de uma aurora tropical, das nuvens vermelhas do pôr-dosol e dos fragmentos perdidos de heróis mortos’ e também que ele ‘tinha gosto de limonada com um coice de boi’.

O drinque foi creditado ao barman Nicol Duncan, que levou a receita exata para o túmulo. Eu faço o meu com cravos, sucos frescos.

 

As frases de Simon:

 

“Eu não tomo Red Bull. O cheiro me dá ânsias e, pessoalmente, é um Espresso Martini quem me dá asas”

 

“Não dizem para não bebermos de estômago vazio? Cerveja é um ótimo preenchedor”

 

“Ressaca? As pessoas que sofrem com ela só começam a beber algumas horas antes de ir para a cama. Minha dica? Que tal começar pelo café da manhã?”

 

“Para mim, a caipirinha perfeita é servida num copo highball de 270 ml com um mexedor – de preferência feito com a própria cana de açúcar e não com um canudo. A melhor que já tomei foi no Bar Veloso, em São Paulo”

 

“Um bom coquetel é feito de simplicidade e equilíbrio. Os grandes drinques têm apenas três ingredientes, como a caipirinha, por exemplo”

 

» Receba as notícias da SABOR.CLUB diretamente no Telegram clicando aqui  
 

» Você já conhece o Clube Sabor? É o 1º clube de descobertas gastronômicas do Brasil. Entre para ter acesso a um mundo de sabores, e ler a edição do mês da revista Sabor.Club