D. Carmem produz excelentes molhos de tomates  -

D. Carmem produz excelentes molhos de tomates

De Tomaso: os tomates da D. Carmem

Primeiro os tomates viraram molhos incríveis. Depois inspiraram uma linha inteira de joias da Bota – absolutamente naturais

Da redação - Publicado em 02/11/2019, às 11h00

“Me traz uns bom tomate senão te furo os olho”, assim a nonna falava para o nonno, minutos antes dele sair para ir a feira. Como sabemos, tomate é tudo para os italianos, incluindo a D. Carmem De Tommaso, de Santa Isabel, na região do Alto Tietê, interior de São Paulo.

Veja também:

Saborosos alimentos confitados

Tomates verdes fritos: a receita favorita de Ginger Rogers

Culurgiones recheado com ricota e limão siciliano ao molho de tomate

Ela começou escolhendo elas mesmas os tomates com os quais fazia os molhos para família, porque queria que eles fossem absolutamente naturais e saudáveis. Os amigos gostaram e eles foram parar no potes. Assim como antepastos como a sardella e a caponata, e também um pesto de comer de joelhos. As receitas vêm da Calábria, para onde a D. Carmem ainda vai, em busca de inspiração.

Agora para uma linha enorme de produtos, sem perder a essência com a qual os molhos de tomate começaram a ser produzidos, 35 anos atrás. Eles são encorpados e ligeiramente adocicados, como todo tomate maduro deve ser – o que os deixa leves, sem aquela sensação de pegar no paladar. Essa, aliás, é característica fundamental de toda a linha da De Tommaso, desde a abobrinha ou a berinjela grelhadas até a alicella, uma pastinhas dos deuses feita apenas com filé de sardinha anchovada, salsa, óleo de soja, alho e temperos. Sem qualquer tipo de conservantes.

 

Este texto foi publicado originalmente na revista Sabor.club #32 que está na melhores bancas por todo Brasil. E também na banca digital www.zinio.com. 

ASSINE JÁ A REVISTA SABOR.CLUB. DESCONTOS DE ATÉ 76%

Leia também