-

Cerveja de barril

Envelhecida em madeira, muitas vezes de vinho, uísque ou cachaça, a saborosa barrel aged beer aquece em vez de refrescar

Da redação - Publicado em 02/07/2018, às 13h47

Sabemos que os Estados Unidos são um grande produtor de uísque (bourbon na sua maioria).
Sabemos também que os Estados Unidos são um grande produtor de cerveja. Até que um dia, um maluco chamado Greg Hall, da Goose Island Beer Co., em Chicago, pensou: por que não colocar uma no barril do outro? No caso, a cerveja nos curados e temperados barris de carvalho que por anos abrigaram litros e litros de Jim Beam.

Ali, nasce a primeira barrel aged beer, que não só fermenta no barril, como dorme durante meses dentro dele. O líquido foi levado para um grande festival de cerveja, onde causou o maior alvoroço. Afinal, a bebida parecia cerveja, mas tinha um gostoso tempero a mais. E olha que beleza para lugares com clima frio: esquentava em vez de refrescar.

Num estalar de tampinha, a ideia se espalhou pelo mundo e foi parar na cervejaria Letra, em Portugal, parceira da nossa Cevada Pura, de Piracicaba (SP), umas das primeiras artesanais do Brasil. Juntos, desenvolveram a Naquim, uma Imperial Stout, que dorme dois meses em barril de grapa e outros oito, no de Vinho do Porto.

A experiência deu o maior pé e recentemente originou a Wooden Rocket, a cerveja-estrela desta edição, envelhecida quatro meses em barris de carvalho francês, antes usados com cachaça da boa. “O resultado é fantástico. Sentimos a madeira, a nota seca da aguardente. Com o tempo na garrafa, descobrimos que ela vai ficando ainda mais macia e saborosa”, atesta Alexandre Moraes, um dos donos da Cevada Pura.

Ele sugere, e nós comprovamos, ela é uma Imperial IPA para ser tomada em dias frios, com calma, às vezes divindo uma garrafa para duas pessoas. Quem nunca provou, não perde por esperar.

A onda das barrel aged, vem marolando o mercado desde 2016, quando surgiu como tendência, nos EUA. Hoje, há inúmeros rótulos no mercado , alguns com mais ou menos madeira, com mais ou menos teor alcoólico.

Para ficar um craque no assunto, saiba que a cerveja envelhecida em madeira é chamada de Wood Beer, quando traz apenas as características da matéria-prima e as Speciality Wood Beers, estas com notas herdadas da bebida utilizada anteriormente no barril. Se ele for de carvalho francês, espera-se aromas de baunilha, coco ou especiarias, além de creme e caramelo. O carvalho americano deixa a cerveja ligeiramente adocicada, com forte presença de baunilha, na boca também.

*A Wooden Rocket, da Cevada Pura, faz parte do Clube Sabor.club #9. Quer receber este e outros produtos cuidadosamante selecionados pela Sabor.club?  Assine aqui.