-

Comida boa no fim de semana em São Paulo

5 dicas para comer bem

Da redação - Publicado em 27/04/2018, às 12h37

Está na dúvida de como curtir este fim de semana prolongado? A Sabor.club traz aqui 5 dicas dos melhores lugares para comer bem no fim de semana. 

1- No balcão com Jean Ponce 

Um dos maiores mixologistas do país lança novos drinques que você só pode pedir quando estiver sentado bem na frente dele

“A proposta é que a pessoa não só converse com o barman sobre a sua escolha, assim como acompanhe a dinâmica que está por trás de um drinque. Depois, claro, pode dar o feedback, na hora”, explica Jean, sócio do Guarita Bar, em São Paulo. A nova carta tem sete novas criações: algumas só dele, outras só da Alice Guedes, outras do só do Ítalo de Paula e outras da equipe em conjunto. Todos têm muita personalidade, seguindo a linha elegante e muito equilibrada desenvolvida por Jean Ponce. Destaques para o Cavaleiro (Bacardi 8 anos, cachaça Anísio Santiago, Antica Formula, blend de Amaros e blend de madeiras brasileiras), austero e sofisticado; para o Qual a sua Origem? (cachaça com madeiras brasileiras, suco de limão Taiti com butiá, farinha de cambuci salgada, folhas de pitanga e calda de raízes), aromático, instigante e fácil de tomar, e o Ser-tão mulher (cachaça baiana, geleia de cupuaçu, limão e bitter de café), uma joia de sensibilidade, com a qual Alice Guedes dá um passo a frente em termos de coquetelaria.*

Guarita Bar – R. Simão Álvares, 952, Pinheiros, São Paulo – SP. Tel.: (11) 3360-3651

*Confira esta reportagem e muito mais na Revista Sabor.club #16, que já está nas bancas. Se preferir, pode recebe-la todos os meses, sem sair de casa, assinando aqui

 

2- O mestre do suflê 

O prato é perfeito nesse clima gostoso de meia estação 

O Marcel, tradicional bistrô francês, é comandado por  Raphael Despirite, neto do fundador, Jean Durand. Hoje com traços mais leves e de modernidade não foge do receituário clássico lá do início (1955). A receita de suflê de gruyère, criada por Jean se tornou o plat signature do restaurante e até hoje é o mais pedido. Além do clássico, existem ainda outros 7 diferentes tipos de suflê, igualmente saborosos.*

Marcel - R. da Consolação, 3555, Jardins, São Paulo - SP. Tel.: (11) 3064-3089

Confira a receita do Suflê de gruyère.

*Confira esta reportagem e muito mais na Revista Sabor.club #16, que já está nas bancas. Se preferir, pode recebe-la todos os meses, sem sair de casa, assinando aqui



3- Veneza é aqui 

Bar reproduz os lugares dedicados a botecagem na cidade italiana

Em Veneza, os bacari são os bares dedicados á botecagem, nos quais os vinhos são servidos em taça e os petiscos são chamados de cichetti – quase sempre feitos em uma fatia de pão. Mas não são bruschetta! Por aqui um grupo de italianos criou o Bácaro, inspirado nos botecos venezianos porém com muito mais estilo. Quem cuida da cozinha é o talentoso chef  Leandro Polack, entre outros, ele faz o rigatoni alla carbonara. Por que não spaghetti? Porque a massa em formato de tubo retém melhor o molho, que, assim não sobra no prato. *

Bácaro - Rua Oscar Freire, 45, Jardins, São Paulo - SP. Tel.: (11) 2387-2449

 Confira a receita do Rigatoni alla carbonara.

*Confira esta reportagem e muito mais na Revista Sabor.club #16, que já está nas bancas. Se preferir, pode recebe-la todos os meses, sem sair de casa, assinando aqui


4- O novo dry aged 

Diz o ditado que a fruta cai ao lado do pé. Não é à toa, filho de açougueiro larga o mercado financeiro para maturar carne como nunca se viu

O açougue que controla toda a cadeia produtiva da carne que vende e conta também com um pequeno restaurante, guarda um novo hit: o dry aged do Elvis Santana, ele foi criado pelo açougueiro e é feito de uma forma inédita. No dry aged tradicional, é perdido cerca de 50% do volume inicial da carne por causa da desidratação, já no dry aged do Elvis, apenas de 10% a 15%, o que faz com que o produto tenha um valor muito abaixo. Mas o preço não é o único atrativo, a carne é naturalmente mais macia, uma vez que as fibras foram quebradas no processo de maturação, e a cor é ligeiramente mais opaca, avermelhado rosado, que parece anunciar o sabor contido em cada peça.

Feed- R. Dr. Mário Ferraz, 547, Itaim Bibi, São Paulo – SP. Tel.: (11) 5627-4700

 *Confira esta reportagem e muito mais na Revista Sabor.club #16, que já está nas bancas. Se preferir, pode recebe-la todos os meses, sem sair de casa, assinando aqui


5- Puro conforto 

Sabe aquela comida que abraça a gente? A chef Julia Pimenta sabe como ninguém 

Desde quando criada pela Zenaide e Jacinta Pimenta, a doçaria Sweet Pimenta (como elas se orgulham de dizer) e restaurante, é um lugar onde elas revivem as tradições culinárias da família. Hoje, a casa comandada pela chef Julia Pimenta é levada com um tom de nostalgia, preservando as receitas da mãe e da avó. Aqui há as massas frescas (como o gnocchi de mandioquinha), os risotos e delícias como o linguado grelhado sobre banana ao molho de amêndoas. Para adoçar a vida, fondant de nozes, trouxinha de coco, bombom de pão de mel, as trufas de chocolate, além das indefectíveis goiabinhas. Elas, aliás, estão na caixa surpresa do Clube Sabor.club deste mês. Para assinar, clique aqui. Para fazer a receita da goiabinha em casa, clique aqui. *

Sweet Pimenta- Rua Dr. Mario Ferraz, 577, Itaim Bibi, São Paulo – SP. Tel.: (11) 3168-3479


*Para ver mais receitas doces da Julia, veja a reportagem completa na revista Sabor.club, nas bancas de todo o Brasil. Ou assine em www.sabor.club/assine

*Para fazer a receita da goiabinha em casa, clique aqui